Caminhar para reflorestar

Caminhamos por mil razões e às vezes sem motivo nem destino, só porque sim. E faz parte de nós, andar, andar, andar. Mas há dias em que andar a pé ganha outro sentido, quando atravessamos a pé a terra ardida nos incêndios do outono passado, guiados por quem lá mora e sofreu mas não baixou os braços. O Coletivo ZEBRA juntou-se há dias à Liga Travanca de Lagos num fim de semana de reflorestação. Limpámos um pedaço de terreno, plantámos árvores, caminhámos, fizemos novos amigos, sonhámos uma paisagem futura. E prometemos voltar.

As fotografias são dos fotógrafos Ângelo Bártolo e Mariana Couto.